Pesquisar no blog

sexta-feira, 14 de abril de 2017

RESGATANDO NOSSA HISTÓRIA - PARTE 2

Heróis ou vilões? A construção de um mito. No complexo mundo fora dos quadrinhos da Marvel, DC Comics, Mangás, Novelas, e outros conteúdos sem o compromisso com o real não existem super-heróis ou super-vilões. Heróis do mundo real são definidos pelo filtro ético de cada um. É um paradoxo, Herói de verdade sempre tem um seu lado de Vilão, e todo Vilão que se preze tem seu lado Herói. 



CONSTRUÇÃO DE UM MITO - HERÓI OU VILÃO? 



OS BANDEIRANTES
Os Bandeirantes estão entre as figuras mais polêmicas da História do Brasil. A confusão se dá entre a história dos bandeirantes propriamente dita e a construção da memória em torno deles. Foram os homens valentes, que no princípio da colonização do Brasil, foram usados pelos portugueses com o objetivo de lutar com indígenas rebeldes e escravos fugitivos. Estas explorações territoriais eram chamadas de Entradas ou Bandeiras. Enquanto as Entradas eram expedições oficiais organizadas pelo governo, as Bandeiras eram financiadas por particulares (senhores de engenho, donos de minas, comerciantes).
  • Lado Herói: Eles teriam sido os desbravadores que contribuíram para a construção de nosso país, expandindo nossas fronteiras. Essa imagem heroica acabou dando lugar a outra.
  • Lado Vilão: Teriam sido bandidos crueis e sanguinários, que saqueavam aldeias indígenas, matando crianças, violentando mulheres e escravizando os índios. 
Em nossos livros didáticos o Bandeirante foi retratado de duas formas: ora herói, ora vilão. Ambas as imagens exageram aspectos verdadeiros da vida dos bandeirantes e ignoram outros.


TIRADENTES
Nasceu na Fazenda do Pombal, Ritápolis (MG) em 16 de agosto de 1746. Morreu no Rio de Janeiro, 21 de abril de 1792. Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, participou da Inconfidência Mineira, um movimento iluminista brasileiro. Foi executado e esquartejado pelo governo português. Sua cabeça foi fincada em um poste em Vila Rica e outras partes do corpo foram expostos nas estradas da região.
  • Lado Herói: Herói e mártir da Inconfidência Mineira . Símbolo da luta pela liberdade e soberania. Ícone da Independência do Brasil.
  • Lado Vilão: Tiradentes foi apenas um bode expiatório de uma revolução que se dizia iluminista, homem pobre e injustiçado, que pagou pelo preço de seus supostos companheiros de classe alta que estavam mais preocupada com o quinto do ouro das Minas Gerais que era enviado à Portugal.  Ele fora vitimado, arcando com todas as responsabilidades por uma conspiração que não chegara a se concretizar de fato. Tiradentes era alferes, na hierarquia militar antiga, a patente de oficial abaixo de tenente.  

GETÚLIO VARGAS
Getúlio Dornelles Vargas nasceu em 19 de abril de1882, na cidade de São Borja (RS) e suicidou em 24 de agosto de 1954, na cidade do Rio de Janeiro (RJ). Foi presidente  do Brasil durante dois mandatos,  entre os anos de 1930 a 1945 e de 1951 a 1954. Entre 1937 e 1945 instalou a fase de ditadura, o chamado Estado Novo. Assumiu após comandar a Revolução de 1930, que derrubou o governo de Washington Luís. Seus quinze anos de governo seguintes, caracterizaram-se pelo nacionalismo e populismo
  • Lado Herói: "Pai dos pobres", criou a Justiça do Trabalho (1939), instituiu o salário mínimo, a Consolidação das Leis do Trabalho(CLT). Investiu muito na área de infraestrutura, usou o Estado para criar industrias e diminuir a importância do setor primário na economia brasileira.
  • Lado Vilão: Ditador populista com inspirações facistas, criador do Estado intervencionista, paternalista e corporativista que persiste até hoje. Manteve relações com o Hitler e Mussolini até não conseguir mais resistir a pressão dos Estados Unidos.

LAMPIÃO

Virgulino Ferreira da Silva nasceu no dia 07 de Julho de 1897, no Sítio Passagem das Pedras, na Serra Vermelha, atual Serra Talhada (PE), morreu em 28 de julho de 1938, Poço Redondo(SE). A imagem do cangaceiro mais famoso das terras sertanejas carrega em si o paradoxo que o permite ser quem ele é. Enquanto ajudava sua gente, estava igualmente disposto a fertilizar a terra seca com o sangue de seus inimigos. Se herói ou vilão, não importa. A personagem viva no imaginário popular floresce o sentimento de medo e gratidão, que permite não somente a ele, mas aos reis do cangaço, a imortalidade na cultura popular nordestina. 
  • Lado Herói: Era um trabalhador. Do tratamento duro e injusto que sua família recebeu, foi que surgiu o Lampião, o Rei do Cangaço, em quem as populações pisoteadas viam um exemplo, uma ambivalência entre temer e querer ser igual a ele. Também respeitado pelos sertanejos mais pobres, pois criara-se o mito de que ele e seu bando roubavam dos ricos fazendeiros, políticos e coronéis para ajudar os pobres. 
  • Lado Vilão: Um bandido sanguinário. Durante suas andanças, arrancou olhos, cortou línguas, e decepou orelhas. Castrou um homem dizendo que ele precisava engordar. Moças que usassem cabelos ou vestidos curtos ele punia marcando o rosto a ferro quente. Em Bonito de Santa Fé, em 1923, deu início ao estupro coletivo da mulher do delegado. Vinte e cinco homens participaram da violação. A sua sanha assassina foi despertada em 1915. Virgulino contava com 18 anos quando um coronel inimigo encomendou a morte de seus pais. Envolveu-se em cerca de 200 combates com as "volantes", que resultaram em milhares de mortes. As "volantes" eram constituídas de "cabras" ou "capangas" que eram familiarizados com o sertão. Elas acabaram tornando-se mais temidas pela população do que os próprios cangaceiros, pois além de se utilizarem da violência, possuíam o respaldo do governo.

ZUMBI DOS PALMARES
Nasceu na Serra da Barriga, 1655, morreu Serra Dois Irmãos, 20 de novembro de 1695, na então Capitania de Pernambuco, região hoje pertencente ao município de União dos Palmares (AL). Foi líder do Quilombo dos Palmares, comunidade livre formada por escravos fugitivos dos engenhos, índios e brancos pobres expulsos das fazendas. O Quilombo alcançou uma população de aproximadamente trinta mil habitantes. Zumbi  significa aquele que estava morto e reviveu, no dialeto de tribo imbagala de Angola.
  • Lado Herói: É considerado um dos grandes líderes de nossa história. Símbolo da resistência e luta contra a escravidão no Brasil Colonial.
  • Lado Vilão: A história nos revela algo chocante. Zumbi nunca visou à libertação em comum de todos, mas unicamente a dele. Foi um líder guerrilheiro, tirano e déspota, além de possuir e comercializar escravos. Líder autocrático que governava o quilombo com mão-de-ferro. Exigia ser tratado como um rei. Roubava escravos dos senhores de terra em seu próprio proveito. Sim, Zumbi dos Palmares foi um dos maiores senhores escravistas de seu tempo.

DUQUE DE CAXIAS
Luís Alves de Lima e Silva, nasceu no dia 25 de agosto de 1803 em uma fazenda chamada São Paulo (hoje no território do município de Duque de Caxias) na então capitania do Rio de Janeiro, morreu em 7 de maio de 1880 em Valença, Rio de Janeiro. Apelidado de "O Pacificador" e "O Duque de Ferro", foi um militar, político e monarquista brasileiro.
  • Lado Herói: Patrono do exército brasileiro. Possuidor das maiores virtudes cívicas e militares, um homem à frente de seu tempo, capaz de antever os acontecimentos e perceber com clarividência o melhor caminho a seguir para ser sempre muito bem-sucedido.
  • Lado Vilão: Foi o maior genocida que as Américas já tiveram até hoje.  No que antes era um país invejado e com uma indústria pujante, o Paraguai estava com um progresso tão grande que incomodou os americanos e britânicos, daí surgiu a Guerra onde o Uruguai, Argentina e Brasil foram guerrear contra o Paraguai. Essa tríplice aliança de assassinos e covardes matou cerca de 80% da população masculina do Paraguai, onde até crianças tiveram que ir ao combate. Por que destruíram o Paraguai? Simplesmente porque os paraguaios fabricavam tudo de que precisavam e, portanto, não compravam nada da Inglaterra ou dos Estados Unidos.

PADRE ANCHIETA
Nasceu em San Cristóbal de La Laguna - Espanha - em 19 de março de 1534, morreu em Iritiba- Brasil - 9 de junho de 1597. José de Anchieta foi o padre jesuíta espanhol que veio ao Brasil catequizar os habitantes do novo mundo. Em 25 de janeiro de 1554 fundou o Colégio São Paulo, semente da maior cidade da América do Sul. Beatificado em 1980 pelo papa João Paulo II e canonizado em 2014 pelo papa Francisco, é conhecido como o Apóstolo do Brasil, por ter sido um dos pioneiros na introdução do cristianismo no país.
  • Lado Herói: Cumpriu com eficiência a missão jesuíta de converter os índios para a fé católica. Naqueles tempos, catequizar era sinônimo de “salvar almas”. Foi um dos primeiros catequistas do Brasil. É considerado por muitos, o fundador da literatura brasileira em função de suas obras em verso e prosa.
  • Lado Vilão: Cumpriu com eficiência a missão jesuíta de converter os índios para a fé católica, uma violência de choque cultural para nós, espectadores do século XXI. Impor uma nova religião a um povo, destruir seus traços culturais – seus ritos, crenças e práticas – é realmente inaceitável. O que muitos esquecem, entretanto, é que Anchieta era um homem do século XVI. Um soldado da Contrarreforma, como todo jesuíta de então. Muitas vezes, usava a violência física para explicar aos índios as “verdades da fé”, os jesuítas precisavam destruir seus “maus hábitos”, que eram associados ao demônio. Os alvos principais eram as práticas ligadas aos rituais mágicos, que eram ricos em beberagens, fumos, transes, danças, cantos e até antropofagia.

LULA
Luiz Inácio Lula da Silva, nascido Luiz Inácio da Silva numa localidade denominada Caetés na cidade de Garanhuns, Pernambuco,  em 27 de outubro de 1945, mais conhecido como Lula, é um político, ex-sindicalista e ex-metalúrgico brasileiro. Filiado ao Partido dos Trabalhadores, foi o 35º presidente do Brasil, entre 2003 e 2010.
  •  Lado Herói: Criou programas para beneficiar as classes mais pobres e por isso ele é super popular. O Bolsa Família foi sem dúvida a maior herança do governo Lula e a melhor coisa do PT.
  • Lado Vilão: Político populista.  O caso “Lava Jato” começou em 2013, em Curitiba, no estado do Paraná, com uma investigação à utilização de uma rede de postos de combustíveis e de lavagem de carros (lava a jato) para branqueamento de capitais de organizações criminosas. Os esclarecimentos de Lula da Silva não convencem o Ministério Público. Para os procuradores, há evidências de que o ex-Presidente Lula recebeu valores oriundos do esquema. A revelação dessa operação toda, deixou a população brasileira perplexa, principalmente porque a trajetória do PT foi marcada por forte diferenciação dos partidos tradicionais de origem burguesa acostumados aos esquemas de corrupção. O Partido dos Trabalhadores (PT) nasceu no campo popular e da esquerda, foi constituído basicamente por trabalhadores formados politicamente nas lutas contra o patronato e no confronto com o sistema capitalista; defendeu as bandeiras das maiorias; e carregou, durante muito tempo, a vontade revolucionária e transformadora. No final mostrou que na verdade o partido tornou-se uma facção criminosa de maior poder do país. A exposição pública dessa operação imoral e ilícita deixou a militância de base do PT atônita, principalmente porque criou uma situação muito difícil de consciência e de postura para cada um: aceitar passiva e defensivamente a versão pouco convincente dos envolvidos, permanecer conivente ou cúmplice de uma ação criminosa inaceitável dos pontos de vista político e ético, ou exigir que a cúpula partidária e o governo Lula esclareçam tudo, digam a verdade, admitam os seus erros, se submetam aos julgamentos do povo e do Judiciário e paguem pelo que fizeram ao partido, aos eleitores e ao País. Os fatos estão provados e são incontestáveis. O processo ainda corre em todos os setores de  poder brasileiro. Judiciário, Legislativo e Executivo.



Para descontrair...
Os goleiros
 Sai que é tua Taffarel!!!!!!!!
O maior esporte nacional - o futebol - Quem nunca gritou esse mantra de Galvão Bueno? Ou trocou o nome por seu goleiro favorito? Ele é o herói ou vilão, o ídolo ou o frangueiro.




Referências
https://educacao.uol.com.br/disciplinas/historia-brasil/bandeirantes-herois-ou-viloes-a-construcao-do-mito.htm
https://tokdehistoria.com.br/tag/lampiao-era-heroi-ou-bandido/
http://www.sitedecuriosidades.com/curiosidade/lampiao-heroi-ou-bandido.html
http://super.abril.com.br/historia/lampiao-heroi-ou-vilao-do-sertao/
https://blogdocarloshenrique.wordpress.com/2011/11/26/zumbi-dos-palmares-heroi-ou-vilao/
http://historiahoje.com/anchieta-santo-ou-vilao/
https://www.espacoacademico.com.br/051/51souza.htm
http://spotniks.com/4-mitos-sobre-o-governo-lula-que-voce-sempre-acreditou/
Postar um comentário