Pesquisar no blog

domingo, 3 de abril de 2011

FATORES ECOLÓGICOS


Fator Ecológico é todo elemento do meio capaz de agir diretamente sobre os seres vivos, pelo menos em uma fase de seu ciclo vital. E são divididos em duas partes que são fatores bióticos e abióticos.



Todos os seres vivos sofrem ações de vários fatores do meio ambiente em que vive. Pode-se definir fator ecológico como todo elemento do meio capaz de agir diretamente sobre os seres vivos, pelo menos em uma fase de seu ciclo vital.

Cada fator ecológico atua com a "lei do mínimo", isto é, apresenta um mínimo e um máximo que impede o desenvolvimento do ser, o qual atinge sua melhor condição quanto o fator se aproxima do ótimo. Assim, cada espécie apresenta em função dos fatores ecológicos, limites de tolerância (mínimo e máximo) entre os quais se situa o chamado ótimo ecológico ( conforme figura ao lado).
O ponto ótimo de um fator é aquele que o desenvolvimento e a reprodução dos organismos de uma determinada espécie atinge sua máxima intensidade. Já o fator limitante é quando qualquer agente torne difícil a sobrevivência, o crescimento ou a reprodução de uma espécie.


VALÊNCIA ECOLÓGICA

Dá-se o nome de Valência ecológica de uma espécie a capacidade que ela tem de povoar ambientes diferentes caracterizados por grandes variações dos fatores ecológicos. Em função da Valência ecológica, as espécies são divididas em:
  • Euriécia - espécie de grande Valência ecológica, podendo povoar ambientes variados.
  • Estenoécia – espécie de pequena Valência ecológica, suportando pequena variação de fatores ecológicos e restrita a determinados ambientes.
  • A Valência ecológica regula as possibilidades de expansão das espécie que podem, então ser divididas em:
  • Euritópicas – é a espécie com ampla distribuição, sendo normalmente euricéia.
  • Estenotópicas – espécie restritamente localizada, com pequena distribuição, sendo estenoécia.
Esta classificação na é rígida, uma vez que uma espécie pode ser simultaneamente euritópica e estenoécia, quando vive em um ambiente pouco extenso, mas repetido em numerosas regiões.
FATORES ABIÓTICOS
Os fatores abióticos são componentes não vivos que influenciam a vida dos seres vivos presentes no ecossistema. Através dos fatores abióticos os seres vivos fazem adaptações para seu desenvolvimento. Esses fatores variam de valor de local para local, o que determina uma grande variedade de ambientes.
Podem ser classificados em;

A] TEMPERATURA
É um fator abiótico de grande importância para os seres vivos e influencia seus períodos de atividade, suas características morfológicas e seus comportamentos.
Divide os seres vivos em alguns grupos como:
  • Estenotérmicos: São organismos que não toleram grandes variações térmicas. Exemplo: lagartixa;
  • Euritérmicos: São organismos capazes de tolerar grandes variações térmicas. Exemplo: lobo;
  • Homeotérmicos: Seres que possuem temperatura corporal constante. Exemplo: aves e mamíferos;
  • Poiquilotérmicos: Seres que possuem temperatura corporal variável. Exemplo: répteis, anfíbios e peixes;
Alguns fenômenos ocorrem devido às adaptações ás temperaturas desfavoráveis como:
  • Migração: Os animais percorrem distâncias variadas a procura de ambientes propícios para a reprodução, com melhores condições climáticas e presença de alimentos. Exemplo: flamingos, cegonha negra.
  • Hibernação: Os animais diminuem suas atividades vitais, devido ao frio. Exemplo: morcego, urso.
  • Estivação: Neste fenômeno, algumas espécies diminuem suas atividades vitais, devido ao calor. Exemplo: quelônios.
Quanto às adaptações das plantas ás baixas temperaturas, elas podem ser:
Anuais: As plantas anuais não suportam o intenso frio do inverno e deixam suas sementes para germinar no ano seguinte. Exemplo: Feijoeiro;
Bienais: As plantas bienais em baixas temperaturas perdem sua parte aérea, porém mantém sua parte subterrânea. Exemplo: Lírio;
Perenes ou Vivazes: Estas plantas conseguem manter suas estruturas o ano todo. Exemplo: Papoula;

B] ÁGUA
A água é de fundamental importância a todos os seres vivos e essencial a vida.
Os seres são classificados, em função da água, em:
  • Hidrófilos: Seres que vivem permanentemente na água como os peixes
  • Higrófitos: Seres que só vivem em ambientes úmidos. Exemplo: Anfíbios.
  • Mesófilos: Seres que vivem em áreas mais ou menos úmidas.
  • Xerófilos: Seres que vivem em ambientes secos. Exemplo: Mamíferos de deserto, liquens, cactáceos.
  • Tropófitas: seres que suportam grande variação de umidade.
C] LUZ
Fundamental no processo fotossintético, responsável pela produtividade nos ecossistemas, a luz, é um importante fator abiótico e atua sob diversas formas (intensidade, radiação, direção e duração).
Divide os seres vivos em alguns grupos como:
  • Eurifóticos: São seres que suportam grandes variações de luz.
  • Estenofóticos: São seres que não suportam grandes variações de luz.
  • Plantas umbrófitas: São vegetais adaptados à sombra.
D] PRESSÃO
Os seres vivos são divididos, quanto a pressão, em:
  • Euribáricos: São seres capazes de suportar grande variações de pressão.
  • Estenobáricos: São seres incapazes de suportar grandes variações de pressão.
E] SALINIDADE
Fator abiótico primordial na distribuição dos seres vivos aquáticos. Dividem os seres vivos em:
  • Eurialinos: Seres que suportam grandes variações de salinidade.
  • Estenoalinos: Seres que não suportam grandes variações de salinidade.
  • Halófitas: São vegetais que vivem em áreas contendo muito sal.
F] EDÁFICOS
Relaciona-se ao solo, um meio ambiente complexo, onde existe seres vivos e numerosos fatores abióticos, tais como:
  • Quantidade de água
  • Estrutura ou textura, que corresponde a sua granulometria [ areia, cascalho, argila, etc..]
  • Porosidade, fator que regula a circulação de água, ar e seres vivos.
  • Composição química, especialmente no que diz respeito a salinidade e pH.

FATORES BIÓTICOS
são todos os organismos vivos presentes no ecossistema e suas relações.
Podem ser classificados em:

A] PRODUTORES: Organismos vivos autotróficos (produzem o próprio alimento). Conseguem produzir matéria orgânica a partir de matéria inorgânica ou mineral, utilizando-se de uma fonte de energia externa. Os seres fotossintetizantes como as plantas, as algas e algumas bactérias são exemplos de produtores. Representam o primeiro nível trófico.

B] CONSUMIDORES: Organismos vivos heterotróficos (não produzem alimento), que dependem das substâncias orgânicas produzidas por outros organismos. São divididos em:
  • Consumidores Primários: Herbívoros (alimentam-se dos produtores).
  • Consumidores Secundários: Carnívoros (alimentam-se dos herbívoros).
  • Consumidores Terciários: Carnívoros (alimentam-se dos carnívoros).
C] DECOMPOSITORES: Organismos vivos que decompõem matérias orgânicas em inorgânicas para obter energia. Este grupo inclui alguns fungos e bactérias.

D] RELAÇÕES:
  • Relações intraespecíficas: Ocorrem entre organismos de uma mesma espécie. São harmônicas (Colônias, Sociedades) e desarmônicas (Competição intraespecífica).
  • Relações interespecíficas: Ocorrem entre organismos de espécies diferentes. 
    •  harmônicas( Protocooperação, Inquilinismo, Comensalismo e Mutualismo)
    • desarmônicas (competição interespecífica, Amensalismo, Herbivorismo, Predatismo ou Predação, e Parasitismo).

REFERÊNCIA BIOGRÁFICA

ODUM, Eugene Plessants; ECOLOGIA, tradução de Kurt G. Hell, 3ª edição, SP, Pioneira editora, 1977.
COX, C. Barry e Peter D. Moore; BIOGEOGRAFIA - UMA ABORDAGEM ECOLÓGICA E EVOLUCIONÁRIA - 7ª edição, SP. Editora LTC. 2008
FILHO, Italo Diblasi; ECOLOGIA GERAL, 1ª edição, SP, Editora Moderna, 2007
SITES:
thalamus.org.br/recantodasletras.uol.com.br/meioambienteagua.pbworks.com.br/.ufpe.br mundoeducacao.com.br/ usp.br /db-piracicaba.com.br 

6 comentários:

Jean Coelho disse...

Muito obrigado! me ajudou muito! Valeu! :D

Professor Omar Fürst disse...

Valeu. Seja bem vindo ao blog.

Mariah disse...

Obrigado, Salvou a pátria. Agora estou entendendo o assunto.

Unknown disse...

Muito obrigada.
Boa explicação e boa "concentração" de conceitos!

marcelo martins disse...

Esclarecedor, muito bom..!!

Thaina disse...

Muito bom