Pesquisar no blog

sábado, 1 de setembro de 2012

VIDA DE INSETOS


O perigo mora ao lado. Eles usam armadilhas, camuflagens, armas químicas e biológicas para atacar e se defender. Graças a esse arsenal, matam mais humanos do que qualquer outro animal, exceto o homem.



POPULAÇÃO
  • No mundo, o total estimado é de 10 quintilhões - 1018 
  • 165 milhões por pessoa 
  • 50% de todos os seres vivos 
  • 90% de todos os animais 
  • Estão divididos em 30 milhões de espécies, segundo as estimativas mais exageradas.
SUPERPODERES 


150x o tamanho do próprio corpo é quanto uma pulga pode saltar. Seria como um humano pular a altura de 85 andares.

360 graus é quanto o louva-a-deus gira a própria cabeça.

50x o comprimento do próprio corpo é a distância a que o percevejo assassino (Reduviidae)consegue cuspir seu veneno.

300 km/h velocidade que o homem atingiria se corresse como a barata, que faz 70 centímetros por segundo.


850x o próprio peso é o que o besouro Hércules consegue levantar - o mesmo que um humano erguer 60 toneladas, ou dois Boeing 737.

30 mil lentes. É o número em cada olho de uma libélula.

ELES X NÓS
  • 1 em cada 17 mortes é causada por veneno de insetos ou doenças transmitidas por eles. 
  • 50 mortes são causadas por picada de abelha nos EUA por ano. 
  • 1 em cada 6 pessoas está contaminada com alguma doença ­transmitida por mosquitos. 
  • 8 milhões de pessoas ficam cegas por ano por tracoma, disseminado por insetos. 
  • 2 milhões é o número de mortes anuais por malária, transmitida por mosquitos.
GUINNESS
O maior inseto que já existiu
 foi a libélula gigante Meganeura monyi, espécie já extinta. Ela tinha 1 metro de comprimento e envergadura de mais de 1 metro e meio quando o oxigênio da atmosfera terrestre estava acima de 30% de concentração.

O maior inseto do mundo
 é o besouro gigante (Titanus giganteus) que vive na Amazônia. Ele tem 17 CENTÍMETROS.
O menor inseto do mundo 
é o Megaphragma caribea, uma mosquinha que vive em alguns países do Caribe. Ela tem 0,17 milímetros.
ARMAS 

FEDOR
Joaninhas, barbeiros e besouros exalam um cheiro que dá nojo, para não serem comidos.

 FRICÇÃO
Abelhas asiáticas aquecem vespas inimigas esfregando o corpo nelas. As vespas morrem assadas.
ARDÊNCIA
 O besouro bombardeiro junta duas partes do corpo para lançar um líquido que arde como fogo. 

DOR
-foto taturana amarela-
Varia de leve (mosquito) a extrema (taturanas ) e quase insuportável (vespas).




Referências:
 mundoestranho/cienciashoje/superinteressante/wikipedia/ Fontes Organização Mundial da Saúde (OMS); Smithsonian Institute; Australian Biological Resources Study; Instituto de Biologia da Unicamp; Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo; Centro de Informações em Saúde para Viajantes da Universidade Federal do Rio de Janeiro; Confederação Brasileira de Apicultura.

Nenhum comentário: