Pesquisar no blog

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

PAPAGAIOS DO BRASIL

Os papagaios em geral são uma das aves mais populares do mundo. São ícone de beleza, alegria e tropicalidade. No entanto toda essa graça e vivacidade que vem do colorido de suas magníficas penas e da capacidade de algumas espécies em imitar a fala humana, levou essas aves à ruína, sendo uma das famílias com maior número de espécies ameaçadas.




PAPAGAIO CHARÃO
Características
Amazona pretrei,  possui a plumagem verde realçada na parte anterior da cabeça uma mancha vermelho-escura brilhante que contorna por trás dos olhos e alcança a região dos ouvidos como uma máscara(fronte,loros e região perioftálmica). Também é vermelha a borda anterior das asas. Mede cerca de 35 cm de comprimento. Tem a cauda relativamente curta e quadrada na ponta o bico é cor de chifre.
Habitat
É uma espécie endêmica da Mata Atlântica e da Mata de Araucária, habitando a parte baixa das matas ao longo dos rios, orla de plantações de eucaliptos e pinus.  Sul do Brasil. Anteriormente ocorria de São Paulo até o norte da Argentina, hoje inteiramente restrito às áreas florestadas d o Rio Grande do Sul.
Hábitos
Espécie nômade, extremamente associada às matas de araucária. Emite gritos graves entremeados de assobios estridentes. Durante certos períodos do ano, grandes bandos podem ser avistados em remanescentes de matas do Pinheiro-do-Paraná.
Alimentação
Frutas, sementes e flores. Voa mais de 70 km a procura de alimentos. Tem uma sensível preferência por pinhões de Araucária angustifolia, como também de frutos de Podocarpus sp. (pinho-bravo).
Reprodução
Postura de 2 a 4 ovos e incubação de 25 a 30 dias. Nidifica em ocos de árvores a uma distância de 3 a 10 metros do solo. D urante a época de procriação, vive calmamente em pares dispersos e raramente é notado. Os filhotes são alimentados pelos pais.
Ameaças
É considerada uma das aves sul-americanas mais ameaçadas de extinção. A remoção dos papagaios do ninho para o comércio, a caça e o desmatamento são as causas do seu declínio. São destruídas as pousadas tradicionais da espécie. É bastante visado na região pelo tráfico de animais, diversos filhotes são capturados e vendidos nos centros urbanos. A expansão agropecuária tem reduzido as florestas de araucária, diminuindo a disponibilidade de sítios adequados para a reprodução e conseqüentemente, provocando o declínio das populações existentes.

PAPAGAIO DE CARA ROXA
Características
Amazona brasiliensis, Também chamado papagaio Chauá, Mede cerca de 36 cm e possui a plumagem predominantemente verde com a testa e loros vermelhos, cabeça com lados azuis, garganta roxa. As coberteiras e penas terciárias possuem a borda amarela, retrizes com a ponta amarela, bico cor de chifre. Dorso verde e ponta da cauda com lista amarela.
Habitat
Endêmico da Mata Atlântica.  Originalmente este papagaio ocorria desde o estado de São Paulo até o Rio Grande do Sul, estando hoje restrito a uma pequena faixa no litoral sudeste paulista e na baía de Paranaguá - PR.
Hábitos
Vivem em casais, podendo também formar bandos.
Alimentação
Frutas, sementes e flores.
Reprodução
Período de reprodução é entre setembro à fevereiro. Nidifica em ocos de árvores altas, especialmente de palmeiras, geralmente em áreas de mata densa ou em locais inundados. A fêmea coloca geralmente entre 2 a 4 ovos e a incubação dura cerca de 26 dias, nascendo no máximo 3 filhotes que são alimentados pelos pais até saírem do ninho.
Ameaças
Consta na lista oficial de animais ameaçados de extinção do IBAMA. A captura tanto de adultos quanto jovens para o tráfico de animais é a principal ameaça para a espécie. A destruição da Mata Atlântica, para extração de madeira e implantação da agropecuária também representa uma séria ameaça. Por ocorrer em uma área não muito extensa e estar extremamente associado às formações florestais numa faixa muito estreita, as populações do papagaio-de-cara-roxa sofreram um declínio acentuado e desde a década de 60 a espécie já é considerada ameaçada de extinção. Cerca de 4.500, segundo os cientistas - vivem na Floresta Atlântica, é a  espécie de papagaio mais ameaçada do Brasil. 

PAPAGAIO DE PEITO ROXO
Características
Amazona vinacea, padrão escamoso arroxeado-vináceo no peito, uma gola de penas alongadas que arrepia frequentemente. Sobre a garganta, lados e pescoço, papo e o peito arroxeado invade a pena quase toda, ficando a orla somente de cor diversa - o negro, formando um escamoso indistinto que vai até o baixo ventre. As penas da nuca e alto pescoço são grandes e chegam a formar uma gola. Sobre a garganta Loro, fronte, mento, espelho, encontro e base das diretrizes externas vermelhas. Movimentos lentos e servem para melhor se ocultar nas matas. Formam casais fiéis.
Habitat
Matas secas, pinheirais e orlas de capões de mata entre campos. Vive em florestas e pinheiros associados a ambientes campestres. Necessitam da disponibilidade de buracos de árvores (oco de tronco) e fendas formadas pela decomposição dos troncos. Do sudeste brasileiro ao sul, Bahia ao Rio Grande do Sul.
Alimentação
Alimenta-se de frutas, sementes e insetos na natureza, em cativeiro; sementes, coco seco, laranja, banana e mamão.
Reprodução
O casal constrói um ninho num tronco oco onde a fêmea faz a postura de 02 a 04 ovos e ficam incubados ao longo de cerca de 30 dias. Período de agosto a dezembro. Nº de filhotes: 02. Longevidade: 30 anos. Maturidade: 02 anos.  Comprimento: 35 a 37 cm.
Ameaças
O táxon não se enquadra nas categorias criticamente em perigo, mas corre um alto risco de extinção na natureza em médio prazo em função do declínio populacional e da área de ocupação extremamente fragmentada.  Ameaçada, vulnerável. Captura e comércio ilegal; Destruição de habitat; Populações pequenas e isoladas.

PAPAGAIO VERDADEIRO
Características
Amazona aestiva.  É considerada a ave mais inteligente que existe, podendo até imitar a voz humana, isto ocorre por apresentar a língua carnosa e uma estrutura chamada siringe modificada. São animais de vida longa, podem chegar facilmente até os 80 anos, apesar dos animais que são retirados da natureza viver no máximo 15 anos devido a alimentação errada. Somente é possível dizer que é macho ou fêmea com exames especiais. Mede cerca de 36 cm e pesa em torno de 400 g. Sua plumagem é predominantemente verde, apresentando a fronte azul com amarelo na cabeça envolvendo os olhos. Apresenta o encontro (parte superior da asa quando fechada) vermelho e o bico preto.
Habitat
Vive em áreas de mata seca e úmida, também em campos, cerrados, palmeirais e beiras de rio. Desde a região nordeste passando pelo Brasil central até o sul do país, estendendo-se para a Argentina, Paraguai e Bolívia.
Hábitos
Fora do período reprodutivo são avistados em grandes bandos.
Alimentação
Frugívoro, granívoro e larvas de insetos que encontra nas árvores frutíferas da região. Ele usa as patas para segurar os alimentos. Pode também ser avistado em áreas de grandes plantações (milho, girassol, sorgo) e pomares.
Reprodução
Sua reprodução ocorre em períodos variados dependendo da localidade. Após 5 anos de vida os papagaios procuram formar um casal, que se torna fiel por toda a vida. Este casal procura um oco de árvore e palmeiras ou ainda cupinzeiros de grande porte, onde preparam o ninho com madeira roída pelo forte bico. Na época reprodutiva a fêmea coloca 3 a 4 ovos que são chocados durante 28 dias por ambos os pais, que também se revezam no cuidado com os filhotes que dura até a postura do próximo ano.
Ameaças
É o papagaio mais procurado como animal de estimação por ser considerado um excelente "falador". Assim sendo, a captura para o comércio é a principal ameaça para a espécie. Em algumas regiões de sua ocorrência as populações estão sofrendo declínio acentuado. os traficantes de aves, frequentemente, derrubam a árvore, eliminando assim também os locais favoráveis para reprodução, como exemplo, as palmeiras velhas, que são os melhores locais para procriação. Decorre também, a falta de comida com a eliminação das fruteiras nativas nas matas.

Fonte: www.vivaterra.org.br/ portalsaofrancisco.com.br/ curiosidadeanimal.com

Nenhum comentário: