Pesquisar no blog

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

NOVO VIZINHO




Estudo traz os primeiros dados sobre o Makemake, planeta-anão do Sistema Solar descoberto em 2005.






Cronologia
  • 1/03/2005 – A equipe do astrônomo Michael Brown, do Instituto de Tecnologia da Califórnia, descobre o Makemake.
  • 29/07/2005 – o artigo com a novidade é publicado, sendo portanto a certidão de nascimento oficial do planeta.
  • 2006 – depois de intensos debates, o termo “planeta anão” é cunhado pela União Astronômica Internacional(IAU). O primeiro a receber o título é Plutão. Isto é, ele foi rebaixado.
  • 07/2008 – o corpo passa a integrar pó tome dos planetas-anões, sendo rebatizado de Makemake.
  • 22/11/2012 – a primeira grande pesquisa sobre a estrutura e a atmosfera do Makemake é publicada na revista Nature.
Detalhes
  • Ano - 309,88 anos terrestres
  • Dia - 7,7 horas terrestres
  • Velocidade orbital média: 4,5 km/s
  • Inclinação - 28,96º
  • Diâmetro equatorial - 1500 km
  • Área de superfície - 6,3 milhões de km²
  • Volume - 1,5 bilhão de km²
  • Gravidade equatorial - 0,4m/s²
  • Massa - 3 quinquilhões de toneladas (3x1018 )
  • Temperatura média - -243ºc
Nomes que recebeu

2005-FY9
Primeiro nome dado ao planeta quando foi identificado. Trata-se do ano que ocorreu a descoberta e de uma sigla técnica, em que a primeira letra representa que foi achado na segunda quinzena de março, e o restante se refere a ordem do achado em relação a outros feitos no mesmo período.

Easterbunny
Expressão que ,significa coelho de páscoa em inglês, serviu para batiza-lo por ter sido descoberto logo após a data. Foi a denominação popular surgida quando ele passou a ser mais pesquisado.

Makemake
Nome definitivo surgiu quando o corpo foi oficialmente definido como planeta, trata-se do nome dado ao criador da humanidade e deus da fertilidade pelos rapanuis, povo nativo da Ilha de Páscoa.


  • Sol - epicentro do sistema solar, é uma estrela relativamente jovem, formada ha cerca de 4,57 bilhões de ano.
  • Mercúrio - planeta mais próximo do Sol, sua superfície é cheia de crateras e bacias. tem grande núcleo central.
  • Vênus - muitas nuvens sulfurosas, montanhas e vulcões.
  • Terra - núcleo formado poe ferro e níquel  é o único comprovadamente que abriga vida. Satélite natural, a Lua.
  • Marte - gelado e com vulcões antigos, tem água no polos e pode já ter abrigado vida. Fobos e Deimos, são seus satélites naturais.
  • Júpiter - primeiro dos planetas exteriores. Formado principalmente de hidrogênio e hélio, não tem superfície sólida. Tem 66 luas sendo Io, Europa, Ganimedes e Calisto as maiores.
  • Saturno - coberto por nuvens. Tem tempestades de amônia e gelo.entre 61 luas, Titã é a que mais atrai interesse, por ter atmosfera.
  • Urano - formado de uma mistura pastosa de água e gases, tem núcleo rochoso e 27 satélites na órbita,
  • Netuno - de cor azul em função da abundância de metano. Tem 13 satélites, sendo Tritão o maior deles.
  • Vesta - protoplaneta, estágio inicial da formação de um planeta.
  • Ceres - dentro do cinturão fica este planeta-anão, o corpo celeste mais maciço do Sistema Solar.
  • Plutão - já foi considerado um planeta, sendo reclassificado para planeta-anão em 2006. Caronte, com metade de sua massa é considerado seu satélite.
  • Makemake - descoberto em 2005. É o terceiro maior planeta-anão do Sistema.
  • Haumea - muito pequeno. Acredita-se ter sido formado a partir de algum choque entre corpos celestes  tem 2 luas. Hi'iaka e Nomaka.
  • Éris - o mais distante planeta já descoberto, tem o tamanho aproximado de Plutão.
  • Cinturão de Asteroides - Entre Marte e Júpiter, há este conjunto de milhares de rochas e metais.
  • Cinturão de KuiperÉ uma região marginal do Sistema Solar, onde há planetas pequenos e gelados.
  • Disco Disperso - É a região mais externo do Sistema Solar já observada e contém milhões de microcorpos. 

fonte: Jornal Estado de Minas / nasa/
Postar um comentário