Pesquisar no blog

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

PINTURAS DA NATUREZA - III - FUNDO DO MAR


Apresentar-lhes alguns dos mais belos e exóticos animais que podem ser encontrados no ambiente marinho. Criaturas inacreditáveis do fundo do mar. A natureza e suas crias feitas a pinceladas. Criaturas que a maioria de nós apenas consegue ver num aquário!




Peixe-mandarim
(Synchiropus splendidus) é um peixe de água salgada adaptado ao clima tropical que mede de 6 a 10 centímetros de comprimento. Vive escondido em fendas nos recifes de coral e alimenta-se de pequenos animais marinhos que passam próximos ao seu esconderijo.





 Caranguejo-do-halloween
(Gecarcinus quadratus) ou caranguejo-lua, estes animais são encontrados em áreas tropicais da América Central e ao longo das costas da Costa Rica, Panamá e Nicarágua.A principal característica destes crustáceos de hábitos noturnos é coloração, que na sua parte superior possui tons escuros, deixando o tradicional avermelhado de lado e sendo substituído por aproximações de roxo.

Candy crab
Hoplophrys oatesi é um caranguejo muito colorido que cresce 1,5-2 cm. Ela vive em várias espécies de coral macio. Ela camufla-se imitando as cores dos pólipos entre os quais se esconde. Acrescenta ainda camuflagem, anexando pólipos a sua carapaça. As cores variam dependendo da cor do coral, e pode ser branco, rosa, vermelho ou amarelo. O corpo tem apontado espinhas com um teste padrão vermelho e branco, similar na aparência ao coral hospedeiro. 

Palhaço
Peixe-palhaço nasce homem e se transforma em fêmea. Quando crescem e procuram uma anêmona para formar uma nova colônia, os dois machos decidem em questão de dominância quem será a fêmea e acontece uma mudança hormonal e então onde existiam dois machos, agora há um casal. Depois que a colônia está formada com seus indivíduos o maior peixe da anêmona é a fêmea matriz e o segundo maior da colônia é o macho matriz, se caso a fêmea falecer o macho matriz se transforma em fêmea e o seu sucessor se transforma em macho matriz, assim salvando a colônia.

 Blue Tang
(Paracanthurus hepatus)  o Blue Tang é o peixe que foi interpretado pela Dori no filme ‘Procurando Nemo’. São conhecidos também por Cirurgião-patela medem cerca de 20-30 cm e têm aproximadamente 75 espécies dessa família. Levam esse nome por causa da forma de sua cauda que é pontiaguda lembrando um bisturi de cirurgião. Vive em águas transparentes, em zonas de corrente, adjacentes ao recife de coral. São encontrados ao longo do Indo-Pacífico.

Lesma do mar
Com cores espetaculares e padrões incomuns, os nudibrânquios são alguns dos animais mais fascinantes do fundo do mar. As cores vibrantes são associadas a substâncias tóxicas e ajudam a afastar predadores. O estranho nome vem de uma característica visível, comum a quase todas as 3 mil espécies existentes: as brânquias expostas. A maioria das lesmas-do-mar, assim como as terrestres, é hermafrodita.







 

Coral -Sol
Corais são animais cnidários que segregam um exosqueleto calcário ou de matéria orgânica. Os corais podem constituir colônias coloridas e podem formar recifes de grandes dimensões que albergam um ecossistema com uma grande biodiversidade e produtividade. A palavra coral é muito ambígua porque pode designar organismos marinhos coloniais pertencentes todos ao filo Cnidaria, mas a famílias muito diferentes, cujas exigências ecológicas são, desta maneira, muito diferentes.

Camarão Louva-Deus
Um animal marinho que mais parece saído de uma série de ficção. A pesar de possuir as cores do arco-iris e parecer um lindo e doce crustáceo, Tem um dos golpes mais poderosos do reino animal. A pancada é ultra sônica e equivale a um tiro de calibre 22(equivalente a 720km/h) e uma força de impacto de 60 kg/cm!


 Dragão-marinho
(Phyllopteryx taeniolatus) pertence a mesma família que o cavalo marinho, sendo os dois um pouco semelhantes. Este mestre da camuflagem desliza graciosamente em águas superficiais, junto a bancos de algas e a pradarias de erva marinha. Estes animais de grande beleza são muito sensíveis e estão sujeitos à poluição e à captura excessiva. Por esta razão são protegidos por lei.


Hidromedusa-rosa
Eles são de uma espécie ainda não identificada Hydromedusa pertencente ao gênero Tetrorchis.
O novo animal foi observado por biólogos da Universidade de Santa Barbara ( EUA ) . Informações ainda são escassas . Além de sua cor rosa brilhante, o animal tem uma iridescência devido ao efeito de refração seus tecidos quando a luz branca atinge. No entanto, pouco dados dessa nova e belas espécies . Teremos de esperar para as investigações sobre ela para obter detalhes.


Sol do mar
Holothurians. Dentro da classe dos pepinos do mar, na verdade, há alguns exemplares que nem chegam a se parecer com pepinos. Algumas espécies, no entanto, são redondas e tem tentáculos espiculados ao longo do corpo, que se parecem com raízes de árvore. Alguns indivíduos são ricos em cores exuberantes, o que enaltece seu lado exótico.


Postar um comentário