Pesquisar no blog

sexta-feira, 26 de junho de 2015

ARMA SECRETA DAS FLORESTAS AUSTRALIANA




A Gympie Gympie é um tipo de planta aparentemente normal mas capaz de trazer sérios danos a você (como vômito, náuseas e dores) e até mesmo de matar quem tocar as suas folhas, seja humano, cachorro, cavalo ou outro animal. "O poder é de vocês!"




Pode parecer exagero,  mas é pura verdade. A Gympie Gympie (cientificamente conhecida como Dendrocnide moroides) possui folhas planas, finas e amplas que se erguem como hastes delicadas e criam um visual quase inofensivo à planta. Ela não cresce mais do que alguns metros e, por necessitar de bastante água, só pode ser encontrada em algumas regiões específicas da Austrália. Os botânicos acreditam que a sua taxa de crescimento rápido e de folhas largas as tornam ideais para viver nos pequenos espaços iluminados pelo sol que vem pelas frestas nas copas das árvores em florestas. Seu habitat é limitado a alguns pontos de floresta tropical nos arredores de Queensland, na Austrália. Porém, esse tipo de floresta está diminuindo, o clima está mudando e a gympie recentemente entrou para uma lista de plantas em extinção.
Muitos diriam que isto é, na verdade, uma boa notícia. Aparentemente inofensiva, ela é uma das plantas mais temidas devido à angústia que apenas passar a mão em uma de suas folhas pode trazer. E as folhas não são a única parte perigosa. Fora as raízes, todo o resto da gympie, até mesmo seus frutos, é coberto dos pelos finos que se alojam na pele e espalham a fisgada. Cada nova pressão nos pelos faz com que eles coloquem mais veneno na pele. A dor é como fogo e é duradoura – contanto que os pelos estejam na pele, a dor permanece. Estes pelos urticantes fazem com que o sistema linfático fique insano, fazendo garganta, axilas e virilha incharem conforme os gânglios linfáticos expandem.

Uma planta verdadeiramente perigosa
Se você pressionar o corpo contra a Gympie Gympie, maiores quantidades de veneno serão expelidas. Para termos noção, só de você ficar perto da planta já é possível que comece a se sentir mal, pois os seus pequenos espinhos são soltos constantemente no ar para protegê-la de outras espécies. A Gympie Gympie disputa o pouco espaço de sol nas florestas australianas com outras plantas, e por isso não quer nenhum ser muito próximo.

Os contos da planta assassina
Ao longo dos anos, algumas pessoas tiveram encontros traumáticos com a gympie. Um homem, que caiu em um arbusto durante a Segunda Guerra Mundial, foi amarrado a uma maca de hospital, gritando, durante três semanas. Outro, foi atingido no peito, rosto e braços em 1963. Depois de semanas de muita dor, seu peito continuou a doer por dois anos toda vez que ele tomava um banho frio. Não há nada que rivalize com ela; é 10 vezes pior do que qualquer outra coisa.
Inclusive, o exército britânico já enviou cientistas à Austrália nos anos 60 para estudarem a planta a fim de desenvolver algum tipo de arma biológica com a toxina – porém nada mais divulgado sobre o assunto. Seja como for, as plantas da espécie estão diminuindo, morrendo aos poucos, e não parece que há muitas pessoas que possuam interesse em preservá-la.

O futuro da gympie gympie
Ninguém quer essa planta em seu quintal, em sua pista de caminhada ou, para ser sincero, em seu planeta. Isso pode explicar por que a gympie gympie está desaparecendo. Talvez ela saiba o quão próxima está de ser dizimada e esteja a fim de mudar para não ser extinguida. Em 2014, duas árvores diferentes foram encontradas com todas as partes aparentemente intactas, mas sem toxina nas folhas. Embora ninguém saiba completamente o que causa a dor esmagadora, os cientistas acreditam que é um peptídeo chamado moroidina. Removendo apenas este componente, a capacidade da planta de causar dor some. Ainda não foi descoberto o porquê da planta iria abrir mão de suas armas, mas talvez um dia ela se torne apenas uma lenda assustadora


Referências
megacurioso.com.br/- hypescience.com/
Postar um comentário