Pesquisar no blog

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

ÉQUIDNA .


BICHO ESTRANHO - PÕE OVO, É MAMÍFERO E TEM CARACTERÍSTICA DE RÉPTIL.
A équidna (palavra que provém do grego, significa víbora), é um animal de corpo atarracado e coberto por pelos ásperos e espinhos.



Assim como o ornitorrinco, é um verdadeiro fóssil vivo, apresentando características de répteis, ave e mamífero, e, na história da evolução, é considerada sobrevivente de uma época em que os mamíferos estavam se distanciando dos répteis.
Este animal é que pertence à ordem dos Monotremados (mamíferos mais primitivos) e à família Tachyglossidae.
Estes animais possuem cloaca e põem ovos, mas amamentam seus filhotes. A fêmea põe apenas um ovo por vez, que é incubado numa bolsa abdominal. Após, aproximadamente, 7 a 10 dias, o filhote sai do ovo, sendo ainda imaturo (cego e sem pêlos), permanecendo na bolsa durante seis a oito semanas (até que nasçam os espinhos), lambendo o leite produzido em duas zonas glandulares da barriga da mãe.
Existem cinco espécies, que possuem comportamento e aparência semelhantes, sendo a équidna porco-espinho a mais conhecida de todas.
Este animal possui um bico longo e uma língua comprida que pode ser projetada a uma boa distância, usada em sua alimentação, que é composta de insetos. Por possuir uma dieta semelhante ao tamanduá, este animal foi apelidado de “tamanduá de espinhos”.
Podem apresentar dentes, mas estes são de cartilagem e acabam caindo com o tempo. Utilizando suas unhas fortes, a équidna consegue escavar grandes buracos (tocas) em um tempo muito curto, cerca de 2 a 3 minutos. Possui hábitos noturnos e durante o dia, permanece nas tocas, abrigando-se em território pedregoso, ou entre raízes de árvores. Seu habitat natural é na Nova Guiné, na Austrália e Tasmânia e costuma viver em grandes altitudes.
Na mitologia grega, o équidna era tratado como um monstro com aspecto de serpente, chamado de "mãe de todos os monstros". Este vivia com um gigante chamado Tífon. Alguns de seus filhos estão entre as criaturas mais temidas da mitologia clássica - a Quimera, a Hidra, Cérbero e a Esfinge.







Fontes:
infoescola.com.br/ O Mundo dos Animais – Mamíferos II. Editora Nova Cultura, 1990.

Nenhum comentário: