Pesquisar no blog

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

AS FLORES DE INVERNO

Manter o jardim florido na primavera e no verão não tem segredo. A natureza faz quase tudo sozinha. Nos dias frios e secos do inverno, porém, as cores do jardim desaparecem e costumam dar lugar aos tons de verdes e amarelos predominantes nesta época do ano.

Isto acontece porque muitas vezes o período vegetativo das plantas da casa - os meses que elas não dão flores coincidem.  O ideal é mesclar plantas ornamentais mais resistentes as baixas temperaturas, que florescem no período do inverno entre junho e agosto, aquelas que  enfeitam e colorem o jardim a partir de setembro. As opções abrangem diversos tipos de arbustos e arvores para amplas áreas externas, e flores que vivem bem em vasos e floreiras, para decorar ambientes internos ou externos. Conheça a seguir alguma plantas eu podem deixar seu jardim florido durante o inverno.

Nome Científico: Rhododendron simsii
Nomes Populares: Azaléia, Azaléia-belga
Família: Ericaceae
Categoria: Arbustos, Cercas Vivas, Flores Perenes
Clima: Mediterrâneo, Subtropical, Temperado
Origem: Ásia, China
Altura: 0.4 a 0.6 metros, 0.6 a 0.9 metros, 0.9 a 1.2 metros
Luminosidade: Sol Pleno
Ciclo de Vida: Perene
As azaleias são arbustos de folhagem verde-escura e floração abundante. Suas flores simples ou dobradas podem ter cores diferentes, como branco, rosa, vermelho ou mescladas. Há muitas variedades com portes diferentes também, umas mais pequenas para plantio em vasos e para formação de maciços e outras maiores capazes de formar cercas vivas. É uma planta muito utilizada também para a técnica milenar do bonsai.


Nome Científico: Prunus serrulata
Nomes Populares: Cerejeira-ornamental, Cerejeira, Cerejeira-branca, Cerejeira-do-japão, Cerejeira-japonesa, Cerejeira-ornamental-do-japão, Sakura
Família: Rosaceae
Categoria: Árvores, Árvores Ornamentais, Bonsai
Clima: Mediterrâneo, Subtropical, Temperado
Origem: Ásia, Japão
Altura: 3.0 a 3.6 metros, 3.6 a 4.7 metros, 4.7 a 6.0 metros
Luminosidade: Sol Pleno
Ciclo de Vida: Perene
A cerejeira-ornamental é uma árvore decídua, de médio porte e floração decorativa, largamente utilizada no paisagismo. Seu tronco é cilíndrico, delgado, simples e curto, com casca rugosa, de cor marrom-acinzentada e lenticelas horizontais proeminentes. A árvore apresenta altura de 4 a 10 metros, com copa mais ou menos densa, em forma de vaso e 3 a 4 metros de diâmetro. As folhas são alternas, ovaladas, acuminadas, com margens serrilhadas e nervuras bem marcadas. Elas surgem com uma tonalidade bronzeada, se tornam verdes e mudam para o amarelo ou vermelho no outono, antes de cair. As flores desabrocham no fim do inverno e primavera,

Nome Científico: Wisteria sp
Nomes Populares: Glicínia, Wistéria-chinesa, Wistéria-japonesa
Família: Fabaceae
Categoria: Arbustos, Trepadeiras
Clima: Mediterrâneo, Subtropical, Temperado
Origem: Ásia, China, Japão
Altura: 4.7 a 6.0 metros, 6.0 a 9.0 metros, 9.0 a 12 metros
Luminosidade: Sol Pleno
Ciclo de Vida: Perene
A glicínia é uma trepadeira volúvel, lenhosa e decídua, de florescimento muito decorativo. Suas folhas são pinadas, alternas e compostas por 9 a 19 folíolos, de coloração avermelhada e pubescentes quando novas, tornando-se glabras e verde-brilhantes com o tempo. As inflorescências são longas, pendulares e carregadas de numerosas flores azuis, róseas, brancas ou roxas. Seu crescimento é lento a moderado e pode levar anos para que se torne adulta e inicie o florescimento, porém é muito longeva, vivendo até 100 anos. É muito adequada para cobrir arcos, pérgulas, portões e caramanchões conferindo um ar romântico e nobre à paisagem.

Nome Científico: Bougainvillea glabra
Nomes Populares: Primavera, Buganvile, Buganvília, Ceboleiro, Flor-de-papel, Pataguinha, Pau-de-roseira, Roseiro, Roseta, Santa-rita, Sempre-lustrosa, Três-marias
Família: Nyctaginaceae
Categoria: Arbustos, Arbustos Tropicais, Trepadeiras
Clima: Equatorial, Oceânico, Subtropical, Tropical
Origem: América do Sul, Brasil
Altura: 4.7 a 6.0 metros
Luminosidade: Sol Pleno
Ciclo de Vida: Perene
A Buganvile é um tepadeira lenhosa, de florescimento abundante e espetacular. Suas folhas são pequenas, lisas, levemente alongadas e brilhantes, diferenciando-a da B. spectabilis. As flores são pequenas e projetadas, de coloração amarelo creme, envolvidas por brácteas róseas. Pode ser conduzida com arbusto, arvoreta, cerca viva e como trepadeira, enfeitando com majestade pérgolas e caramanchões de estrutura forte.   Deve ser cultivadas em solo fértil, previamente preparado com adubos químicos ou orgânicos, sempre a pleno sol. Oriunda de sul do Brasil, de característica subtropical, ela suporta muito bem o frio e às geadas, vegetando bem em áreas de altitude também.

Nome Científico: Tibouchina mutabilis
Nomes Populares: Manacá-da-serra, Cuipeúna, Jacatirão, Manacá-da-serra-anão
Família: Melastomataceae
Categoria: Árvores, Árvores Ornamentais
Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
Origem: América do Sul, Brasil
Altura: 2.4 a 3.0 metros, 3.0 a 3.6 metros, 3.6 a 4.7 metros
Luminosidade: Sol Pleno
Ciclo de Vida: Perene
O manacá da serra é uma árvore semi-decídua nativa da mata atlântica, que se popularizou rapidamente no paisagismo devido ao seu florescimento espetacular. Seu porte é baixo a médio, atingindo de 6 a 12 m de altura e cerca de 25 cm de diâmetro de tronco. As folhas são lanceoladas, pilosas, verde-escuras e com nervuras longitudinais paralelas. As flores apresentam-se solitárias e são grandes, vistosas e duráveis. Elas desabrocham com a cor branca e gradativamente vão tornando-se violáceas, passando pelo rosa. Esta particularidade faz com que na mesma planta sejam observadas flores de três cores. A floração ocorre no verão e a frutificação no outono.

Nome Científico: Jasminum polyanthum
Nomes Populares: Jasmim-dos-poetas, Jasmim-de-inverno, Jasmim-rosa
Família: Oleaceae
Categoria: Trepadeiras
Clima: Mediterrâneo, Subtropical, Temperado
Origem: Ásia, China
Altura: 3.6 a 4.7 metros
Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
Ciclo de Vida: Perene
O jasmim-dos-poetas é uma trepadeira de textura semi-herbácea, bastante ramificada e de crescimento rápido, conhecida pelo perfume de suas flores. Seus ramos avermelhados apresentam folhas pinadas, com 5 a 9 folíolos verdes, de formato lanceolado. As inflorescências são axilares, em panículas e com numerosos botões cor-de-rosa que se abrem em pequenas flores brancas. As flores são rosadas por fora e brancas internamente, com 5 pétalas patentes e exalam um perfume adocicado.  Perfeito para jardins românticos e clássicos, sua folhagem e florescimento são de uma beleza delicada e seu perfume suave aguça os sentidos. Indicada para cobrir caramanchões, colunas, pórticos, muros, treliças e grades, deve-se aproveitá-la em locais de tráfego ou descanso que permitem aproveitar seu perfume. A floração pode ocorrer no outono, inverno ou primavera de acordo com o clima.

Nome Científico: Camellia japonica
Nomes Populares: Camélia, Japoneira
Família: Theaceae
Categoria: Arbustos, Árvores, Árvores Ornamentais, Cercas Vivas
Clima: Mediterrâneo, Subtropical, Temperado, Tropical
Origem: Ásia, China, Coréia do Norte, Coréia do Sul, Japão
Altura: 1.2 a 1.8 metros, 1.8 a 2.4 metros, 2.4 a 3.0 metros, 3.0 a 3.6 metros
Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
Ciclo de Vida: Perene
Da mesma família  do chá, a Camélia apresenta inúmeras variedades e híbridos. Versátil, pode ser utilizada como arbusto ou arvoreta. É muito popular, sendo cultivada no mundo todo, tanto em climas tropicais, como temperados. Seu tronco é lenhoso e suas folhas são elípticas, cerosas e coriáceas, serrilhadas ou denteadas. As flores solitárias, podem ser de diversos tipos, podendo ser grandes ou pequenas, simples ou dobradas, de diversas cores, sendo que as mais comuns são as brancas, as róseas e as vermelhas, e não são raras as bicolores. A época de sua floração varia de acordo com o clima em que está inserida, podendo ocorrer desde o outono/inverno até durante ano todo em regiões mais quentes.

Nome Científico: Cymbidium spp
Nomes Populares: Cimbídio, Orquídea-cimbídio
Família: Orchidaceae
Categoria: Flores Perenes, Orquídeas
Clima: Mediterrâneo, Subtropical, Temperado, Tropical
Origem: Ásia, Himalaia
Altura: 0.6 a 0.9 metros
Luminosidade: Meia Sombra
Ciclo de Vida: Perene
Uma das poucas orquídeas terrestres, o cimbídio apresenta crescimento simpodial, isto é, formando rizomas e pseudobulbos horizontalmente. É uma orquídea muito popular no Brasil pois devido à sua rusticidade e beleza, é largamente comercializada em vasos. Suas folhas são coriáceas e longas e os pseudobulbos são ovóides. As raízes são grossas e delicadas, quebrando-se ao serem manuseadas sem cuidado. ão cultivados em vasos com substratos preparados, com areia e terra vegetal, bem drenados, em locais protegidos, como estufas e orquidários telados, irrigados regularmente. Plantas que permanecem em locais de baixa luminosidade podem exibir folhagem exuberante, sem no entanto florescer. Aprecia o frio do inverno. Um segredo especial para estimular o florescimento é deixar com que pegue o sol direto durante a manhã e irrigá-la com água bem gelada no início da primavera. Multiplica-se por divisão da planta após a floração, separando-se mudas completas com pelo menos dois pseudobulbos cada.

Nome Científico: Viola x wittrockiana
Nomes Populares: Amor-perfeito, Amor-perfeito-de-jardim, Violeta-borboleta
Família: Violaceae
Categoria: Flores Anuais, Flores Perenes
Clima: Mediterrâneo, Subtropical, Temperado
Origem: Ásia, Europa
Altura: 0.1 a 0.3 metros, menos de 15 cm
Luminosidade: Sol Pleno
Ciclo de Vida: Anual, Perene

O amor-perfeito é a rainha dos jardins no inverno com uma beleza delicada que encanta a todos. As variedades atuais são resultantes do cruzamento de V. tricolor, V. lutea e V. altaica. Suas flores são grandes, muito vistosas tem o aspecto de “carinha”. As cores e combinações são muitas e variam de amarelo, azul, roxo, branco, rosa, marrom e negra como na variedade da foto. Apresenta ramagem verde-escura, macia e frágil. A floração inicia-se no inverno e permanece durante a primavera. É muito versátil, podendo ser plantada em vasos e jardins, formando maciços e bordaduras, muito belos e coloridos. Apesar de perene, requer replantio anual, pois perde a beleza. Sua multiplicação se dá por sementes. Aprecia o frio.


fonte: veja.com/ jardineiro.net/ 
Postar um comentário