"Não basta ensinar ao homem uma especialidade. É necessário adquirir sentimentos, compreender as motivações para determinar com exatidão o seu lugar".

Loading...

terça-feira, 14 de agosto de 2012

COMO PREPARAR O SOLO PARA PLANTAÇÃO - PARTE 4

TÉCNICAS DO SOLO
Se estiver pensando em encher seu canteiro com rosas, você precisará saber algumas técnicas especiais de solo para criar o oásis do jardim com o qual você sempre sonhou. As dicas a seguir farão de você um especialista na preparação do solo.
PREPARANDO UM CANTEIRO DE JARDIM
Para preparar corretamente o canteiro de um jardim, marque os limites do canteiro das flores com pinos e barbante para as linhas retas e com uma mangueira de jardim para as linhas curvas. Divida o gramado com uma pá ao longo das linhas formadas. Remova o gramado de todo o canteiro. Se a área for cheia de pedras, remova-as o máximo que puder à medida que cavar. Se o solo for arenoso ou argiloso, você poderá rotocultivá-lo em vez de revolvê-lo manualmente. Solos argilosos e rochosos precisam ser escavados primeiro com a mão. Para uma área de plantação pequena, escave e quebre o solo com a mão ou com uma pá. Depois que revolver o solo, será possível fazer o rotocultivo. Os rotocultivadores podem ser alugados por um dia, e geralmente é possível contratar alguém para fazer o cultivo por uma hora, caso você próprio não tenha alguém que faça.
 Em seguida, espalhe sobre a área o fertilizante necessário, os condicionadores de solo e as substâncias químicas de ajuste de pH. Fica fácil fazer o cultivo quando a terra está revolvida. Você deveria conseguir cultivar com maior profundidade na segunda vez; de maneira ideal, você deve soltar e melhorar o solo a uma profundidade de mais de 15 centímetros. Mexa e solte a terra com uma pá onde a área for muito pequena para um rotocultivador. Após esse tratamento inicial, devem ser acrescentados os fertilizantes, os condicionadores de solo e as substâncias químicas de ajuste do pH em diferentes épocas do ano para se obter melhores resultados. Agora é o momento perfeito para instalar algum tipo de faixa de corte ao redor do canteiro do jardim. Pedaços de piso ou ardósia colocados de ponta a ponta no nível do chão evitarão que a grama e as flores se misturem. Outras opções incluem pedaços de madeira, tiras de concreto ou tijolos colocados lado a lado em uma base de areia ou concreto. A faixa de corte deve ser profunda e larga o suficiente para que as raízes da grama não consigam passar por baixo nem por cima até alcançar o canteiro de flores, e a parte superior da faixa não deve se estender acima do nível do gramado adjacente. Se possível, não plante nada na terra por uma ou mais semanas. Mexa a superfície 2,5 ou 5 centímetros a cada três a quatro dias com uma enxada para eliminar as ervas daninhas que germinam rapidamente. Isso deixará seu trabalho mais leve durante o resto da estação.
 ESCAVAÇÃO DOBRADA
A escavação dobrada dos canteiros para formar jardins de alto desempenho para plantas de raízes profundas, como as rosas, é uma tradição em muitos belos jardins britânicos. Um rotocultivador médio trabalha o solo somente a uma profundidade de 20 ou 25 centímetros e não quebra o solo compactado que está embaixo. A escavação dobrada fará isso. A escavação dupla requer um pouco de força, já que é necessário bastante trabalho manual. Trabalhe um pouco, sem exagerar, ou contrate um profissional especializado. Comece pela parte vazia, que não possui grama, nem outro tipo de vegetação. Começando por uma extremidade do jardim, remova uma faixa de terra, com profundidade igual ao comprimento da pá, e largura, igual à largura dela. Coloque-o em um carrinho de mão. Use a pá para mexer o solo embaixo (talvez essa seja uma das partes mais difíceis do trabalho) e quebrá-lo. Outra opção (às vezes mais fácil) é espetar um garfo de jardim (como um grande garfo de lavoura) no solo duro de baixo e sacudi-lo até que o solo se quebre. Se for necessário adicionar matéria orgânica, coloque-a ao nível inferior, nesse ponto. Faça o mesmo com a segunda faixa de terra próxima da primeira fileira. Mas mexa a camada superior do solo da superfície na primeira valeta, colocando matéria orgânica conforme desejado. Em seguida, solte e melhore o solo exposto abaixo da superfície. Continue enchendo cada valeta da fileira adjacente e soltando a terra de baixo. Preencha a faixa final com a terra do carrinho de mão.
CANTEIROS ELEVADOS
Os canteiros elevados são uma boa opção onde a qualidade do solo é particularmente baixa ou quando ele simplesmente nem existe. Construídos de madeira tratada sob pressão, concreto reforçado, ou tijolo, pedra ou blocos cobertos com argamassa, esses canteiros podem ter qualquer comprimento, mas a profundidade do solo deve ter no mínimo 15 centímetros para permitir uma boa penetração da raiz. Prenchendo alguns canteiros com uma mistura de argila rica e outros componentes com uma mistura mais arenosa e bem drenada, é possível fornecer as condições ideais de solo para uma grande variedade de plantas. Isso pode parecer uma solução cara a curto prazo, mas os canteiros durarão durante anos e provarão que seu investimento inicial valeu a pena. Em hortas, simplesmente faça fileiras de plantação com 15 a 20 centímetros de altura e 0,6 a 0,9 metros de largura. Faça jardins permanentes e decorativos em amplas estruturas de canteiro elevado construídas de madeira, tora, pedra ou tijolo, que podem variar de 10 centímetros a 1,20 metro de altura. Não hesite em pedir ajuda de um profissional em caso de projetos grandes de construção, pois eles precisarão de estruturas fortes se você quiser que durem. Se usar madeira tratada sob pressão, não plante ervas nem verduras nos canteiros elevados, já que pode haver a presença de toxinas. Não importa o tipo de canteiro que você está cultivando, a colocação de cobertura não é somente um elemento decorativo, mas também excelente para prevenir o crescimento de ervas daninhas e permitir que a umidade penetre. 
COBERTURA
A colocação de cobertura em seu jardim melhorará a saúde geral do solo e embelezará o seu jardim. A cobertura é relativamente fácil, mas existem algumas dicas para se criar a aparência que você deseja, assim como para fornecer a cobertura de que precisa para ajudar suas plantas crescerem. Para uma máxima efetividade com apenas uma camada fina de cobertura, procure coberturas de textura fina, como pedaços de cascas cortados duas vezes, adubo composto ou cascas de cacau. Para uma cobertura leve, experimente camadas mais espessas de coberturas de textura grossa, como palha ou pedaços de casca de árvore. Não aplique coberturas de textura fina, como grama cortada, em camadas grossas que possam entranhar no solo e abafá-lo.
Não deixe que um solo difícil o desanime. Com um pouco de trabalho duro - e com as melhorias apropriadas do solo - você também poderá ter um jardim lotado com suas flores favoritas. A cobertura de madeira, como pedaços de casca de árvore, utiliza nitrogênio quando se decompõe. Aplique uma quantidade extra de nitrogênio para evitar que o processo de decomposição consuma o nitrogênio do solo que as plantas precisam para crescer. Cubra as novas plantas com palha ou folhas picadas após a plantação, no outono, para evitar danos às raízes durante o inverno. Um pouco de obertura logo após a plantação pode ajudar a manter o solo úmido e a estimular o crescimento da raiz. Acrescente uma camada grossa de cobertura e deixe que ela apodreça para melhorar o solo dos jardins existentes. Os minerais, liberados à medida que a cobertura se desintegra na sopa de nutrientes, penetram no solo e fertilizam as plantas existentes. O ácido húmico, outro produto da decomposição, acumula pequenas partículas de argila para formar um solo mais leve. 
A principal razão para a cobertura está adiante, no inverno. O congelamento e o descongelamento alternados, a expansão e a contração do solo, podem quebrar as raízes novas ou mesmo arrancar as novas plantas do chão, um processo chamado de deslocamento por congelamento. Ao cobrir generosamente com material leve, como palha, quando o solo congela primeiro, você pode mantê-lo gelado até que o inverno termine, sendo que nesse ponto a cobertura poderá ser removida. No inverno, cubra as plantas perenes e as coberturas do solo com sempre-vivas para protegê-las contra a queimadura do inverno (o oposto, em tempo frio, da queimadura do sol). Quando o solo está coberto de gelo, o vento, forte, e o sol, radiante, as folhas vulneráveis perdem a umidade, que não pode ser substituída pelas raízes geladas. Uma camada protetora de sempre-viva, possivelmente obtida pela reciclagem dos ramos de uma árvore de Natal, forma uma proteção sobre a folhagem vulnerável. A palha também fará um bom trabalho, especialmente nas áreas mais frias, onde há menos chance de deterioração no inverno. Comemore se você mora em uma região que tenha neve. A neve é a melhor cobertura de todas e pode permitir que você cultive plantas que não sobreviverão no inverno em áreas sem neve mais distantes do sul. Quando se trata de água, mesmo uma camada fina de cobertura - um hidratante da natureza - reduzirá a evaporação da superfície do solo. Coberturas mais grossas podem reduzir o uso de água em 50%.
Para um jardim com aparência natural e calmante, utilize coberturas orgânicas escuras feitas de casca de árvore ou adubo composto. Para um jardim com aspecto brilhante, utilize uma cobertura de cascalho clero. Em jardins funcionais, como as hortas, a palha serve como uma excelente cobertura. Evite coberturas coloridas ou de cascas de enfeite. Elimine a grama ou as ervas daninhas densas colocando jornal, sozinho ou com uma camada grossa de adubo composto ou cobertura, diretamente no jardim. Esse tratamento faz com que a luz do sol não chegue até vegetação indesejada que, consequentemente, se decomporá e se transformará em matéria orgânica para o jardim. O jornal também se decompõe. Cubra os canteiros do jardim para manter as ervas daninhas por baixo e diminuir a necessidade de água. É pequena a chance de as sementes de ervas daninhas anuais brotarem quando o solo está protegido com uma cobertura, suficiente para manter a superfície do solo no escuro.

PARTE 1
PARTE 2
PARTE 3

Nenhum comentário: